Marcelo Castro nega boicote, mas admite que Themístocles ficou chateado

0
97

Indagado sobre a situação do MDB em relação ao dito desentendimento
entre o governador Wellington Dias (PT) e deputado Themístocles Filho (MDB), durante entrevista à TV Cidade Verde, Marcelo Castro negou que o presidente da Assembleia Legislativa tenha sido alvo de um “boicote”, mas admite que o parlamentar ficou chateado por não ser sido anunciado como pré-candidato a vice-governador.

“Não havia uma certeza por parte do MDB, o que o governador sempre falava era que o partido teria vaga na chapa majoritária. Lá só tinham duas vagas, vice ou senador, e pedimos a vaga de vice. Com as negociações, o Wellington chegou à conclusão que o MDB participaria da chapa proporcional, e na chapa majoritária, onde fui indicado para o Senado”, argumenta

Para Marcelo, o governador cumpriu 100% do que havia prometido. Ainda na entrevista, ele aproveitou para elogiar o colega de partido. “Ele, seu pai, irmão e agora filho estão na política. Ele não ficou feliz, mas é normal, isso é política, ele sabe disso”.

Fonte: 180graus

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi