Ministério Público abre inquérito contra Prefeita Carmelita por importunar vizinhança

A instauração do procedimento foi encaminhado ao Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente-CAOMA.

0
276
Carmelita Castro

O Ministério Público do Estado do Piauí, por intermédio do Promotor de Justiça Titular da Promotoria Regional de São Raimundo Nonato – PI, Vando da Silva Marques, abriu Inquérito Civil Público (Nº 217/2018) com o fim de apurar poluição sonora relativos à utilização reiterada de fogos de estampido, em reunião política realizada na residência da Prefeita Municipal Carmelita Castro e Silva, em 22/08/2018, na Rua Coronel Milanês, Bairro Cipó, causando prejuízo à tranquilidade e à saúde auditiva da vizinhança.

Matéria relacionada:
• Secretaria Municipal de Saúde de S.R.Nonato gasta R$ 7.730,00 com compra de girandolas e foguetes

A instauração do procedimento investigatório foi encaminhado ao Presidente do Conselho Superior do Ministério Público e ao Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente-CAOMA.

Ainda, segundo o Inquérito Civil Nº 217/2018, foi recomendado à Prefeita Carmelita de Castro e Silva para que se abstenha de realizar novas reuniões políticas com a utilização contínua, reiterada e desregrada de fogos de estampido ou artifício ou outros artefatos barulhentos, perigosos ou ruidosos, que venham a colocar em risco a saúde física e auditiva da população circunvizinha.

Fonte: Portal SRN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi