Suécia quer mais estudantes brasileiros e oferece 900 bolsas de estudo

0
38
© scanrail Estocolmo: Suécia é o país em que mais a demanda por mão de obra especializada ultrapassa de longe a oferta

O Brasil e a Suécia são parceiros estratégicos nas áreas de ciência, tecnologia e inovação e uma das iniciativas de cooperação é a promoção e divulgação de ofertas de programas e bolsas de estudo no país.

Baixe o app Microsoft Notícias e fique atualizado sobre as notícias mais importantes para você. Disponível para iOS e Android.

Na sexta-feira passada, por exemplo, representantes de sete universidades suecas e de empresas – como a Volvo, a Scania e ABB – estiveram em São Paulo (SP) na Feira de Carreiras Suécia-Brasil, um dos eventos integrantes do ciclo das Semanas de Inovação Suécia-Brasil, uma das principais plataformas dessa parceria, que vem desde 1999.

Desta edição da feira, participaram cerca de 200 estudantes. As possibilidades de estudo mais atrativas apresentadas para os alunos brasileiros no país podem ser divididas em duas frentes: programas de estudo e bolsas de estudo.

São cerca de 28 instituições suecas de ensino superior que oferecem anualmente mais de 800 programas de estudo e também 900 bolsas de estudo para mestrado para estrangeiros, em cursos como nanotecnologia, tecnologia da informação, entre outras áreas ligadas a inovação.

As bolsas de estudo compreendem cursos de graduação e mestrado e os programas de estudo são cursos com duração variada, e com foco em doutorado. Falar sueco não é um requisito já que as aulas são em inglês.

Como conseguir uma bolsa de estudos na Suécia:

O primeiro passo para conseguir uma bolsa de estudos para graduação e mestrado é procurar a universidade e o curso desejado por meio do site Study in Sweden.

Todas as informações sobre os cursos oferecidos e sobre como é morar e estudar na Suécia estão nessa plataforma.

Em seguida, o estudante deve acessar o site University Admissions e se inscrever na instituição e curso que escolheu.  Só então é que é possível solicitar a bolsa. É importante ressaltar que as instituições não fazem anúncios das bolsas.

O aluno é quem solicita e a universidade avalia se concede e o que concede. É possível tentar bolsas simultaneamente em até quatro universidades que vão responder com as ofertas de bolsa.

A ajuda pode variar: há bolsas de 100% do curso em que os alunos pagam hospedagem e outras despesas e há bolsas parciais que arcam com 50% do curso mas incluem hospedagem.

Os alunos estrangeiros têm permissão para trabalhar para bancar suas despesas, desde que prossigam com os estudos. Algumas vezes, a própria universidade pode oferecer emprego.

Como funcionam os programas de estudo na Suécia

Diferentemente das bolsas de estudo que não são anunciadas, os programas de estudo têm destaque no site Study in Sweden.

Essa modalidade de formação que combina trabalho e estudo:  por meio da universidade, os alunos trabalham em uma empresa sueca para desenvolverem seu projeto de pesquisa. E são pagos por isso.

No site há são mais 800 possibilidades de programas em áreas como Biomedicina, Administração de empresas, Ética, Relações internacionais, Ciências Sociais Computacionais, Saúde, Tecnologia e Sustentabilidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi