Atuaram contra a escolha de Margareth, diz Senador Ciro Nogueira

0
132
Ciro fez desabafo nas redes sociais (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O nome dela foi indicado pelo senador Ciro Nogueira (Progressistas) para ser candidata a vice-presidente da chapa do tucano Geraldo Alckmin. As imprensas local e nacional muito falaram sobre essa possibilidade, mas Margarete Coelho não foi a escolhida. Outra mulher vai ocupar o espaço que poderia ter sido da atual vice-governadora do Piauí.

Na tarde da quinta-feira (2), Alckmin anunciou que a senadora gaúcha Ana Amélia será sua vice. “Ana Amélia aceitou. Foi um gesto importante. Ela abriu mão de sua reeleição ao Senado para vir conosco nessa caminhada”, informou o tucano. Alckmin disse que gaúcha era a vice que ele sonhava. “A vice dos sonhos é Ana Amélia, e eu consegui”, falou.

Nas redes sociais, o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, comentou a escolha de Ana Amélia e valorizou o fato de Margarete ter sido lembrada. O senador, no entanto, fez um desabafo e disse que teve gente do Piauí que lutou contra a indicação.

Ciro afirmou que o governador Wellington Dias, mesmo sendo do PT, torceu para que Margarete fosse a vice do tucano Alckmin, por entender que ela elevaria o nome do Piauí.

“Enquanto Wellington e outros grandes líderes piauienses colocaram o Piauí acima dos seus interesses partidários ou pessoais, houve quem se posicionasse contrário a essa indicação. Não há explicação para que um piauiense trabalhe contra o Piauí, mas lamentavelmente isso acontece. Quem age assim não demonstra amor pelo nosso estado”, desabafou.

Fonte: Gustavo Almeida / Política Dinâmica

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi