Bolsonaro tem funcionária fantasma? Entenda a polêmica

0
347

SÃO PAULO – O primeiro debate entre presidenciáveis de 2018 traz à tona velhas – e comprometedoras histórias – nos embates entre os candidatos. Nesta quinta-feira (9), Jair Bolsonaro (PSL) foi questionado por Guilherme Boulos (Psol) sobre um caso em que ele teria empregado uma funcionária “fantasma”.

O deputado negou a história e disse que o Ministério Público investigou seus bens e nunca encontrou irregularidades. Mas quem é a “Wal” citada por Boulos?

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, Walderice Santos da Conceição trabalha em um comércio de açaí na mesma rua em Angra dos Reis (RJ) onde o deputado tem uma casa de veraneio.

Moradores da região afirmaram que ela e seu marido prestam serviços particulares para Bolsonaro. Seu salário seria pago com verba da Câmara dos Deputados.

Walderice consta na lista de 14 funcionários do gabinete parlamentar de Bolsonaro, em Brasília, com salário bruto de R$ 1.351. Ela atuaria no gabinete do candidato há 15 anos, com mais de 30 mudanças de cargo durante o período, segundo a Folha.

O candidato à presidência justificou o salário afirmando que Wal “reporta a mim ou ao meu chefe de gabinete qualquer problema na região”, mas não soube citar nenhum exemplo concreto de serviço parlamentar prestado pela funcionária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi